Agenda Cultural de Setembro: Dicas em SP e Rio

No ar a nossa Agenda Mensal de Cultura e Turismo, com dicas especialmente selecionadas para os 40Mais aproveitarem mais a vida! Eventos e atividades culturais, turísticas e gastronômicas que irão deixar sua programação ainda mais colorida neste florido Setembro. Entre as atrações desta primeira edição da Agenda Cultural do Embarque40Mais, destacamos a exposição de flores e plantas ornamentais de Holambra, a Expoflora; e o Festival de Fotografia de Paranapiacaba. Além de participar destes eventos interessantes, você pode aproveitar para conhecer duas pequenas e belas cidades turísticas paulistas. Também tem dicas de teatro, dança, música e gastronomia em outras cidades do estado de SP e no Rio, algumas gratuitas.. Vambora!

Por Michele da Costa

Exposição de flores e plantas ornamentais de Holambra (SP)
Holambra tem atividades turísticas e culturais o ano todo. Foto: divulgação Expoflora

Flores! Flores! E cultura holandesa pra visitante nenhum botar defeito

Holambra (SP)- Um delicioso passeio turístico para quem gosta de flores e plantas decorativas e aprecia a cultura holandesa! Setembro marca o início da Primavera, época das floradas e da tradicional Expoflora, maior exposição de flores e plantas ornamentais da América Latina, realizada na Estância Turística de Holambra, interior de São Paulo. A antiga colônia holandesa é responsável por 50% do comércio de flores e plantas ornamentais do Brasil.

A Expoflora apresenta as novidades entre espécies cultivadas por mais de 450 produtores de várias localidades. Nesta 37ª edição, destacam-se a “Rosa Inglesa”, que tem mais de cem pétalas e nos lembra as raras peônias; e a “Rosa Bluez”, com pétalas aveludadas em tom vermelho brilhante por dentro e com o lado externo branco.

Rosas inglesas; cada flor tem mais de cem pétalas. Expoflora, Holambra (SP)
Novidade: Rosas Inglesas. Cada flor tem mais de cem pétalas. Foto: divulgação Expoflora

Além de conferir as novas tendências em flores, os visitantes podem ver várias atrações, como a Exposição de Arranjos Florais (que homenageia os 70 anos da imigração holandesa no Brasil), a Mostra de Paisagismo, a Parada das Flores e Chuva de Pétalas, as danças típicas holandesas; passear e comprar no Shopping das Flores; provar a culinária holandesa; aproveitar o parque de diversões; visitar o Museu de História de Holambra e fazer o Passeio Turístico pela cidade, que inclui um campo de flores. Esse passeio vale a pena, pois Holambra é muito agradável e bonita!

Durante a Expoflora, Holambra recebe 23 vezes mais pessoas que sua população, de aproximadamente 13 mil habitantes, mas há mais lugares turísticos a visitar, eventos e atividades culturais interessantes o ano todo. Se tiver tempo e quiser conhecer mais desse pedacinho da Holanda no Brasil, veja AQUI outras opções para incluir no seu roteiro.

SERVIÇO

37ª Expoflora

ONDE: Holambra-SP (a duas horas de São Paulo-SP/ 135 km)

QUANDO: 24 de agosto a 23 de setembro, de sexta a domingo, das 9h às 19h

QUANTO CUSTA: A entrada custa R$ 48,00 (inteira) e o Passeio Turístico R$ 25,00, na bilheteria.

INFORMAÇÕES: (19) 3802.1499

  • Mais informações sobre a Expoflora também podem ser conferidas AQUI.

 

Menino mostra seus brinquedos no chão
“Histórias de Brinquedos: quais são seus brinquedos favoritos?” é o nome da exposição de Gabriele Galimberti, autora da foto

INGLESINHA: Festival de Fotografia na vila turística de Paranapiacaba

Paranapiacaba/ Santo André (SP)- Que tal começar a programação do Festival de Fotografia de Paranapiacaba já no caminho? Isso é possível indo de trem turístico, que parte da Estação da Luz (São Paulo), às 8h30 do sábado (15). O passeio faz todo sentido quando sabemos que a Vila de Paranapiacaba surgiu para abrigar os trabalhadores da companhia inglesa de trens São Paulo Railway, durante a construção da linha Santos-Jundiaí, na segunda metade do século 19. O trajeto é de 48 km (1h30) e o retorno partindo da Vila às 16h00.

Além das passagens de ida e volta, o ingresso (R$165,00) inclui um lanche durante a viagem, um tour pela Vila Turística de Paranapiacaba e visitas guiadas em duas exposições do Festival!​ As exposições são “Evandro Teixeira, 1968 – 50 anos de história para não esquecer”, com fotografias de um dos mais importantes nomes do fotojornalismo brasileiro, e “Histórias de Brinquedos: quais são seus brinquedos favoritos?”, de Gabriele Galimberti com curadoria de João Kulcsar.

Evandro traz imagens que marcaram a última ditadura, com destaque para o AI-5, em 1968. Protestos, repressão militar e violência são algumas das cenas presentes na mostra. Gabriele visitou mais de 50 países em 2 anos e captou a espontaneidade e naturalidade que envolve o brincar, independente do território e de suas diversas origens, a exemplo da pequena Maudy, da Zâmbia (foto destacada). A Estação Alfabetização Visual será o núcleo principal do Festival, com atividades educativas gratuitas para públicos de diferentes faixas etárias.

As atividades da Estação abordam vários aspectos da produção imagética, como fotogramas, a câmera escura, que é o princípio físico que possibilitou que a fotografia existisse, e capacitação para o uso da imagem para professores. Também haverá palestras com conhecidos nomes da fotografia, como Claudia Andujar e João Roberto Ripper. Entre outras atividades do Festival estão o Brechó Fotográfico, no domingo (16), a Feira de Publicações e oficinas temáticas (a participação nestas oficinas é mediante pagamento).

SERVIÇO

Festival de Fotografia de Paranapiacaba

QUANDO: Entre as 9h30 do sábado (15/9) e 16h de domingo (16/9/18).

ONDE: Parte Baixa da Vila Histórica de Paranapiacaba, distrito de Santo André-SP. Os organizadores do evento não informaram um endereço específico.

QUANTO CUSTA: A entrada ao evento é gratuita, mas algumas atividades são pagas.

  • Saiba como chegar, comprar o ingresso para o trem turístico, informações e preços das atividades pagas, entre outros detalhes sobre o Festival AQUI.

 

Dança: Dois homens se olham, duas mulheres os observam
“O Canto Preso” é sobre um homem levado a um campo de concentração, na 2ª Guerra Mundial, por ser homossexual. Foto: Alex Merino/ divulgação

GRATUITO! Dança na Caixa Cultural, em Sampa

São Paulo (SP)- A CAIXA Cultural São Paulo apresenta, entre os dias 13 e 16 de setembro, o projeto Dança como Instrumento Reflexivo e Político, da Cia. Carne Agonizante, composto por três espetáculos com direção de Sandro Borelli e duas oficinas. A ideia é apresentar ao público parte do repertório do grupo e debater sua concepção sobre a dança contemporânea. A entrada e inscrições são gratuitas e a classificação etária é de 16 anos.

O espetáculo O Canto Preso inaugura a programação com uma apresentação única no dia 13, às 19h15. Trata-se de uma adaptação coreográfica para a peça de teatro “Bent”, de Martin Sherman, sobre um homem preso em um campo de concentração na Segunda Guerra Mundial por ser homossexual. Para amenizar seus horrores, ele se fez passar por judeu, pois sabia que os homens que detinham o triângulo rosa em suas vestes estavam sendo massacrados pelos guardas da SS e humilhados pelos próprios companheiros de cela.

Em Estado Independente, com sessão no dia 14, às 19h15, a companhia se apoia na poética e na política revolucionária de Ernesto Che Guevara entre os anos de 1950 e 1960, sobretudo na sua figura lendária de guerrilheiro cidadão do mundo, como ele próprio se definia, e na sua permanência no imaginário coletivo como um personagem de espírito incorruptível, indomável e disposto a lutar contra a injustiça social.

Colônia Penal, inspirado na obra homônima de Franz Kafka (1883 -1924) e na ditadura militar brasileira (1964-1985), tem duas apresentações nos dias 15 e 16, às 19h15. A dança explora a visão ampla e original do escritor tcheco para o indivíduo e sua relação com o meio, levando à cena temas como a opressão, o aprisionamento e a desesperança. O projeto “Dança como Instrumento Reflexivo e Político” ainda conta com duas oficinas gratuitas, que acontecem no dia 15 de setembro, com 20 vagas cada. As inscrições podem ser feitas AQUI.

SERVIÇO

Dança como Instrumento Reflexivo e Político, com Cia. Carne Agonizante

QUANDO: Espetáculos de 13 a 16 de setembro, às 19h15.

ONDE: CAIXA Cultural São Paulo: Praça da Sé, 111, Centro, São Paulo (SP). Próximo à estação Sé do Metrô. Capacidade 120 lugares.

QUANTO PAGA: Gratuito; distribuição de senhas a partir das 9h do dia de cada apresentação.

 

rapaz segura violoncelo
O violoncelista Guilherme Nardelli Monegatto, um dos mais talentosos da nova geração. Foto: divulgação Prefeitura de Campinas

MÚSICA CLÁSSICA: Sinfônica de Campinas recebe jovem solista premiado

Campinas (SP)- Depois de ter tocado no Carnegie Hall, em Nova York, e se apresentado sob a batuta de grandes maestros,  o violoncelista Guilherme Nardelli Monegatto, um dos mais talentosos da nova geração, será o solista convidado dos próximos concertos da Orquestra Sinfônica de Campinas, no sábado (dia 1), às 20h; e no domingo (2), às 11h, no Teatro Castro Mendes. Na regência, o maestro Victor Hugo Toro.

O jovem fará os solos do emblemático Concerto para Violoncelo, op. 85, de Edward Elgar (1857-1934), obra caracterizada por profunda emoção e lirismo. No repertório, constam também Athalie, Op. 74: Kriegsmarsch der Prieste, de Felix Mendelssohn Bartholdy (1809-1847) e a vibrante e famosa Sinfonia n.º 5, de Piotr Ilitch Tchaikovsky (1840-1893), estreada sob a regência do próprio compositor em 1888, com a Orquestra Filarmônica de São Petersburgo.

Natural de São Bernardo do Campos, Guilherme Nardelli Monegatto iniciou seus estudos em 1999, aos cinco anos de idade. Estreou aos 16 fez como solista, tocando Variações sobre um tema Rococó de Tchaikovsky com a Orquestra Sinfônica da Unicamp. Em 2018, concluiu mestrado na Juilliard School. Em 2016, ganhou o prêmio de terceiro lugar na 19th Sphinx Competition, uma das competições mais prestigiadas dos Estados Unidos.

SERVIÇO

Orquestra Sinfônica de Campinas

Victor Hugo Toro, regente

Guilherme Monegatto, violoncelo

QUANDO: Sábado (dia 1º), às 20h; e domingo (2), às 11h.

ONDE: Teatro Castro Mendes (Praça Corrêa de Lemos, s/n, Vila Industrial, Campinas-SP). Telefone: (19) 3272.9359.

QUANTO PAGA: sábado – R$30,00 (inteira), R$ 15,00 (estudantes, aposentados), R$ 10,00 (professores das escolas públicas e privadas de Campinas e das cidades da Região Metropolitana, pessoas com mobilidade reduzida e com deficiência), R$ 5,00 (estudantes das redes municipal e estadual). Domingo: R$ 6,00 (inteira), R$ 3,00 (meia); R$ 2,00 (professores das escolas públicas e privadas de Campinas e das cidades da RMC, pessoas com mobilidade reduzida e com deficiência); R$ 1,00 (estudantes das redes municipal e estadual).

Charge Trump maletas botão salão de humor
A conduta do presidente dos EUA, Donald Trump, é um dos temas mais abordados pelos participantes do 45º Salão Internacional de Humor. Charge de Angel Boligan Corbo, do México

GRATUITO! Obras de Salão Internacional expõem humor reflexivo

Piracicaba (SP)- A 2h06 (160 km) da cidade de São Paulo, acontece o 45º Salão Internacional de Humor de Piracicaba. A mostra principal reúne uma seleção de 427 trabalhos de 201 artistas de trinta países, entre caricaturas, cartuns, charges e tiras. Os temas predominantes são o presidente dos EUA, Donald Trump, e o drama dos refugiados. A tecnologia e as redes sociais também foram fontes de inspiração para os artistas. O caricaturista e escultor brasileiro Luiz Carlos Fernandes venceu o Grande Prêmio Zélio de Ouro, principal premiação, com uma escultura tridimensional do pintor Pablo Picasso (1881-1973).

A programação desta edição é intensa. São mais de 20 exposições paralelas no Engenho Central e em outros espaços, entre elas o 16º Salãozinho de Humor, com o cartaz de Ziraldo,  caminhada com humor, debate, oficinas e lançamento de livros. Até em estações de metrô de São Paulo há mostras, com obras da edição anterior, como um convite à visita. O cartaz de divulgação do 45º Salão faz uma releitura de charge do cartunista Laerte Coutinho, que venceu a primeira edição do evento.

Cartaz Salão de Humor com charge do cartunista Laerte Coutinho
Cartaz de divulgação do 45º Salão faz releitura de charge do cartunista Laerte Coutinho, que venceu a primeira edição do evento, realizado durante a ditadura militar, em 1974

O Salão Internacional de Humor de Piracicaba surgiu em 1974, durante a ditadura militar, como iniciativa de um grupo de jornalistas, artistas e intelectuais atuantes no cenário político. A partir do sucesso das primeiras edições e do apoio da turma do jornal carioca O Pasquim, importantes cartunistas brasileiros contribuíram para a transformação do Salão em um dos mais conhecidos encontros do humor gráfico no Brasil e no exterior.

SERVIÇO

45º Salão Internacional de Humor de Piracicaba

ONDE: Armazém 14 do Parque Engenho Central, Piracicaba-SP.

QUANDO: de 26 de agosto a 14 de outubro DE 2018. Horários: quintas e sextas-feiras, das 9h às 17h; sábados, domingos e feriados das 14h às 19h.

QUANTO PAGA: Gratuito.

  • Confira a programação completa do evento AQUI.

 

Cantora Ellen Oléria rosto
Repertório do show de Oléria no Sesc Santana passa pela trajetória de Beyoncé desde o grupo Destiny’s Child até o álbum “Lemonade”. Foto: Helen Salomão/ divulgação

MÚSICA POPULAR: Ellen Oléria Canta Beyoncé em Sampa

São Paulo (SP)- Nos dias 01 e 02 de setembro, sábado e domingo, o Sesc Santana apresentará o Show Ellen Oléria canta Beyoncé. O repertório passa pela trajetória da Hit Maker desde sua participação no grupo Destiny’s Child até seu mais recente álbum, “Lemonade”. Ellen Oléria é cantora e compositora brasileira, nascida e criada em Brasília, onde se formou em Artes Cênicas pela UNB (Universidade de Brasília). Com 15 anos de carreira e cinco discos lançados, a artista acumula prêmios em festivais pelo Brasil e mundo afora. É conhecida por seu timbre cintilante, afinação e repertório brasileiro.

SERVIÇO

Ellen Oléria canta Beyoncé

QUANDO: 01 e 02 de setembro; sábado às 21h e domingo às 18h.

ONDE: Av. Luiz Dumont Villares, 579, Jd. São Paulo. Teatro com 330 lugares. Recomendação etária: 12 anos. Duração: 80 min. Acesso para pessoas com deficiência e ar condicionado.

QUANTO CUSTA: Credencial Plena (associados Sesc) R$ 7,50; Meia Entrada R$ 12,50; Inteira R$ 25,00. Estacionamento – R$12,00 a primeira hora e R$3,00 a hora adicional – desconto para credenciados.

  • Para mais informações, ligue 0800-118220 ou veja AQUI.

 

Atriz interpreta Carmen teatro
Natalia Gonsales interpreta “Carmen”, de Luiz Farina e direção de Nelson Baskerville. No Teatro Poeira (Rio). Foto: Ronaldo Gutierrez/ divulgação

TEATRO: Carmen expõe drama ainda tão atual, infelizmente

Rio de Janeiro (RJ)- Sucesso absoluto de público e crítica em São Paulo, Carmen, com direção de Nelson Baskerville, desembarca no Rio para uma temporada no Teatro Poeira, entre os dias 13 de setembro e 28 de outubro, com sessões às quintas, sextas e sábados, às 21h00; e aos domingos, às 19h. Na capital paulista, o espetáculo teatral teve temporadas nos teatros Aliança Francesa, Auditório MASP e Tucarena. A peça tem texto de Luiz Farina e elenco formado por Natalia Gonsales, Flávio Tolezani e Vitor Vieira.

“Uma história contada e recontada nas mais variadas formas e gêneros. Carmen surgiu como romance em 1845 e já foi filme, ópera e novela nas mãos de grandes mestres. Um clássico. A pergunta recorrente que todos se fazem ao remontar a peça é: por que fazê-la? Para mim, porque pessoas continuam morrendo por isso e precisamos recontar a história até que não sobre nenhuma gota de dor.

Na atual encenação elementos clássicos como a dança flamenca, os costumes ciganos, a tauromaquia, entre outros, são ressignificados ao som de guitarras distorcidas, microfones e coreografias para que não reste dúvida de que estamos repetindo histórias tristes de amor, de paixões destruidoras.

O ponto de vista que nos interessa é o de Carmen, a mulher assassinada, dentro de uma sociedade que pouco mudou de comportamento ao longo dos séculos, que aceitou brandamente crimes famosos cometidos contra mulheres como os de Doca Street, Lindomar Castilho e mais recentemente de Bruno, o goleiro. Crimes muitas vezes justificados pela população pelo comportamento lascivo das vítimas, como se isso não fosse aceito em situações invertidas relativas ao comportamento masculino.

O homem pode. A mulher não. Nessa encenação Carmen morre não porque seu comportamento justifique qualquer tipo de punição, mas porque José é um homem, como tanto outros, doente como a sociedade que o criou”, explica Baskerville.

SERVIÇO

Carmen, de Luiz Farina e direção de Nelson Baskerville

ONDE: Teatro Poeira, à Rua São João Batista, 104, Botafogo, Rio de Janeiro (RJ). Classificação: 14 anos. Duração: 70 minutos. Capacidade: 150 lugares.

QUANDO: 13 de Setembro a 28 de Outubro. Às quintas-feiras, sextas-feiras e sábados às 21h; e aos domingos às 19h.

QUANTO CUSTA: R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia-entrada).

  • Mais informações: (21) 2537.8053, teatropoeira@teatropoeira.com.br e AQUI.

 

Três cheffs mostram pizza
Manu, Nico e Eriksen (da esquerda para a direita) mostram uma das pizzas artesanais que compõem o cardápio da Noite das Pizzas. Foto: Divulgação

GASTRONOMIA: Trio de chefs promove experiência inédita com pizzas artesanais

Vinhedo (SP)- Pela primeira vez, os chefs Nicoló Ferdico (Nico), Eriksen Miyasaki e Manuel Alves Filho (Manu) uniram-se para promover um evento gastronômico inédito na região de Campinas, interior de São Paulo, a Noite das Pizzas! A proposta é somar as especialidades de cada um para elevar a pizza à sua melhor condição. “Queremos mostrar às pessoas que esse prato vai além da proposta de uma refeição rápida e informal. Vamos usar criatividade, boas técnicas e ingredientes de alta qualidade para transformar o ato de comer pizza em uma deliciosa experiência gastronômica”, adianta Nico.

Segundo Eriksen, a proposta não é “gourmetizar” a boa e velha redonda, mas sim dedicar a ela os mesmos cuidados conferidos a pratos altamente elaborados. “Da escolha dos ingredientes à apresentação, passando pela preparação da massa e a cocção no forno a lenha, tudo será feito com extremo zelo. Como resultado, teremos pizzas artesanais leves, saborosas e com texturas muito interessantes”, promete. “Um grande diferencial será, sem dúvida, as massas. Elas serão preparadas com alta hidratação e longa fermentação, técnicas que lhes conferem muito sabor e aroma”, acrescenta Manu.

SERVIÇO

Noite das Pizzas

QUANDO: 20 de setembro, a partir das 19h30.

ONDE: Taverna do Chef Nico. Rua dos Pardais, 490, Vinhedo-SP.

QUANTO CUSTA: R$ 70 até 10 de setembro e R$ 85 a partir de 11 de setembro.

  • Mais informações e compra de entrada AQUI.

 

Apoie o Embarque40Mais: Compartilhe os posts, siga-nos nas redes sociais e utilize os serviços dos nossos parceiros! É prático, seguro, você não paga mais por isso e ainda ajuda a gente a manter o blog. Mas, atenção, é necessário acessar os serviços pelos links e banners do blog até a finalização da compra, caso contrário não seremos remunerados. Obrigado! Conheça os parceiros e o que oferecem em Serviços de Viagem

  • Michele da Costa é jornalista e autora do Embarque40Mais (direitos autorais reservados). Conheça a proposta do blog e embarque com a gente!

 

2 comentários em “Agenda Cultural de Setembro: Dicas em SP e Rio

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: