Cinco lindos destinos para curtir o Verão além do Nordeste

Desde Setembro acompanhamos tristes notícias sobre o óleo que atingiu praias do nordeste brasileiro, o que além do grande prejuízo ambiental tende a afugentar turistas. O pior é que acontece justamente no período em que são planejadas as viagens de final de ano e das férias de Verão.

É importante dizer que nem todas as praias da região foram atingidas e, para o bem na nossa Natureza e do turismo nordestino, esperamos que isso seja resolvido logo. Até lá, para quem prefere a garantia de viajar para um lugar sem esse problema ou quer variar de paisagem, preparei algumas sugestões no Sul e Centro-Oeste do Brasil.

Ilha do Mel- Paraná

Praia na Ilha do Mel
Vegetação e praia na Ilha do Mel

A Ilha do Mel, na baía de Paranaguá, estado do Paraná, é um destino perfeito para amantes do ecoturismo. A maior parte da ilha, composta por sistemas de restinga e Floresta Atlântica, é protegida e destinada exclusivamente à preservação integral da flora e da fauna. Por isso, o turismo é uma atividade controlada: há limites na quantidade de visitantes que podem entrar na ilha.

Então é fundamental reservar sua estadia com antecedência! Consulte a Embarque40Mais Viagens, a agência do blog, para te ajudar e encontrar as melhores opções de hospedagem, passagens aéreas até Curitiba e tudo mais que precisar para visitar a Ilha!

A circulação de veículos motorizados e de tração animal não é permitida. Uma alternativa, além da caminhada, é a bicicleta, que pode ser alugada na ilha. Do total de 2,7 mil hectares, apenas 120 são ocupados, mas na Reserva Natural (345 hectares) é permitido percorrer trilhas. Os principais pontos turísticos da ilha são: a Fortaleza (norte), Nova Brasília e Farol das Conchas (centro) e Encantadas (sul).

Como chegar à Ilha do Mel

Para chegar à Ilha do Mel, o meio mais em conta é tomar o ônibus que sai da Rodoviária de Curitiba com destino ao Porto de Pontal do Sul e de lá fazer a travessia de barco. Esse trajeto todo (ônibus + barco) leva menos de 3 horas ao custo total de R$ 119 por pessoa, ida e volta. Essa linha de ônibus tem seis saídas diárias, sendo a primeira às 7h40 e a última às 20h40.

Os barcos saem a cada uma hora ou 30 minutos, das 8h às 17h30, 18h ou 19h, conforme o dia da semana. Para mais informações, consulte a Viação Graciosa (ônibus) e a Abaline (Associação de Barqueiros do Litoral Norte do Paraná).

Balneário Camboriú- Santa Catarina

Camboriú
Praia no Balneário Camboriú SC

Quando se fala de turismo em Camboriú a primeira coisa que nos vem à mente são imagens de belas praias do litoral catarinense, não é? Mas a exploração das suas praias como lazer só começou na primeira metade do século passado, com alemães vindos do Vale do Itajaí. Até então, o banho de mar na região era conhecido apenas como tratamento medicinal; os colonos achavam que “mandar alguém para a praia” era uma ofensa. A origem do nome da cidade vem do Tupi. “Camburihu” quer dizer rio de muito robalo, peixe muito comum na região.

Há décadas, graças principalmente às suas praias, que Camboriú é um dos principais destinos turísticos do sul do país. Entre as dez praias e uma ilha (das Cobras) há opções para todos os estilos: da concorrida Laranjeiras à tranquila Taquaras, passando pela Praia do Pinho para os adeptos do nudismo ou naturismo. Mas há várias outras atrações, como museus, teatro, mirante, teleférico, centros de compras, parques e uma grande variedade de bares e restaurantes com o melhor da culinária e música locais.

Florianópolis- Santa Catarina

Praia de Florianópolis
Praia de Florianópolis. Crédito: Silveira Jhonatas

As belezas naturais, que encantam turistas de todo o Brasil e de outros países, tornaram Florianópolis conhecida como “Ilha da Magia”, informa o Turismo do estado de Santa Catarina, mas aqui em São Paulo pelo menos a gente a chama mesmo de Floripa. São aproximadamente cem praias entre a ilha e o continente, um verdadeiro paraíso para o praticantes de esportes náuticos e de aventura, trilheiros e apreciadores do ecoturismo.

Um destaque é a Ilha do Campeche, que além da beleza das suas águas claras, abriga um sítio arqueológico com inscrições rupestres de 5 mil anos. Os barcos que levam à ilha partem das praias da Armação. E há várias outras atrações na capital catarinense, como a gastronomia (destaque para as ostras), a Lagoa da Conceição, o Centro Histórico, os bairros açorianos, a Ponte Hercílio Luz, igrejas e museus, a exemplo do Museu Histórico de Santa Catarina (MHSC).

Ponte Florianópolis
Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis. Crédito: Ricardo Neves

Arte e Cultura catarinense

O MHSC realiza exposições e eventos culturais, mas o maior atrativo mesmo é o prédio, denominado Palácio Cruz e Souza em homenagem ao poeta catarinense, que foi construído no século 17 para ser a “Casa de Governo”. A arquitetura preservada, as esculturas do artista italiano Gabriel Silva e o jardim compõem o belo cenário externo. No interior vê-se escadas em mármore, vitrais e mobiliário antigo. Fica na Praça XV de Novembro, 227, Centro da cidade. 

Floripa e Camboriú são destinos bem frequentados, mas como a estrutura receptiva é muito boa não faltam opções de hospedagem e outros serviços mesmo em alta temporada. Contudo, como a gente sempre orienta por aqui, o ideal é organizar a viagem com antecedência, para ter mais opções de escolha e conseguir melhores preços.

Consulte um profissional da Embarque40Mais Viagens, a agência do blog, que vai dar todo o suporte necessário para que você tenha uma ótima viagem sem cobrar nem um centavo a mais por isso!

Gramado e Canela- Rio Grande do Sul

Parque Estadual do Caracol,
Parque Estadual do Caracol, em Canela (RS)

Gramado e Canela são pequenas cidades vizinhas na Serra Gaúcha, onde predomina a cultura alemã. Alguns períodos do ano são mais atrativos para o turismo, como o Inverno (que às vezes tem neve de verdade), a Primavera, quando as hortênsias tornam a paisagem de Gramado ainda mais bonita, e o final de ano, quando acontece o Natal Luz, com decoração especial e shows de luzes. Tem também o Festival de Cinema de Gramado, em Agosto, que premia produções nacionais e internacionais. 

Mas em qualquer tempo as cidades são um charme e têm muitos atrativos naturais e culturais, como o Lago do Cisne com seus pedalinhos, o mirante de Belvedere- Vale do Quilombo com a vista das montanhas do alto dos seus 850 metros, o Mini-Mundo (uma exposição de miniaturas muito realista), o Museu de Cera, a Rua Coberta (gastronomia e compras), a Aldeia do Papai Noel, o passeio de Maria Fumaça, a Snowland, as igrejas, a exemplo da Catedral de Pedra de Canela, entre outros. 

Parque do Caracol

Cachoeira do Caracol
Cachoeira do Caracol, em Canela

Em minha opinião, o grande destaque da região é o Parque Estadual do Caracol, em Canela, onde está uma enorme e linda cachoeira, que pode ser vista de um mirante, dos bondinhos aéreos ou da Escada da Perna Bamba. Essa escada tem nada menos que 730 degraus (equivalente a um prédio de 44 andares!), por isso é indicada apenas para pessoas com bom condicionamento físico, já que a subida de volta não é fácil. O curioso é que fiquei com a perna bamba foi na descida, mas na volta tive que fazer umas três paradas para descansar um pouco. 

Outro local que gostei muito foi o GramadoZoo, que traz um conceito diferenciado de zoológico. Em vez de observar os outros animais presos em jaulas, visitantes humanos percorrem corredores cercados e veem as espécies com certa liberdade, em enormes viveiros que reproduzem seus habitats naturais. Além disso, a vista da serra a partir de pontos mais elevados do percurso é espetacular! O Parque fica na Rodovia RS 466, Km 0, s/nº, Caracol, em Canela.

Como chegar a Gramado

Arara com vegetação ao fundo
Arara e serra vista do GramadoZoo. Crédito: Augusto da Costa

Para chegar à Gramado e Canela a partir do Aeroporto de Porto Alegre (trajeto de aproximadamente 1h45) é possível contratar um traslado in-out (de chegada e saída), com vans ou micro ônibus que levam até o hotel, ou alugar um carro para o período da estadia, que pode ser retirado e entregue no aeroporto. A infraestrutura turística dessas cidades é ótima, com bons serviços de passeios e transportes locais, placas de orientação, ampla rede hoteleira e gastronômica.

Alguns pacotes turísticos incluem o traslado ou a locação do carro e passeios, mas também é possível montar um sob medida para seu roteiro. Consulte a Embarque40Mais Viagens, a agência do blog, compre seu pacote e ganhe um roteiro exclusivo! 

Bonito- Mato Grosso do Sul

Gruta em Bonito- MS
Gruta Azul, em Bonito (MS). Crédito: Secretaria de Cultura de Bonito

Sabia que Bonito, no Mato Grosso do Sul, aquele lugar com rios de águas transparentes, cachoeiras e grutas para mergulhar entre lindos peixinhos coloridos, é um polo mundial de ecoturismo? Pois é.. E não é para menos. A Gruta do Lago Azul, assim chamada porque é como vemos a coloração das suas águas, é a mais famosa, já intitulada Monumento Natural, mas há muito mais.

Outros exemplos são as Grutas de São Miguel, com ótima estrutura para visitação, e a Gruta de São Mateus, com verdadeiras obras de arte da Natureza esculpidas em seu interior. As cachoeiras também são um grande destaque, como as do Balneário do Sol e a Boca da Onça, com seus 156 metros de altura. Tem ainda as cachoeiras do Rio do Peixe (águas transparentes) e as da Serra da Bodoquena (águas limpas em tons de verde). 

Mergulho em Bonito

Mergulho em Bonito
Mergulho em Bonito. Crédito: BrunoPds

Com tantas opções de águas límpidas, o mergulho é um dos principais atrativos para os turistas que visitam Bonito, em locais como o Lago da Capela- Nascente Azul (nível iniciante), o Rio Formoso e o Abismo Anhumas, cujo acesso é por meio de uma pequena fissura no solo, já pensou?! Para relaxar, a Praia da Figueira é uma ótima opção, com quiosques e restaurante. O local foi uma área de extração de calcário, que deu origem a uma lagoa de água corrente e praia de areia branca. 

E para os adeptos de esportes de natureza e aventura há uma série de atividades, como arvorismo, bóia cross, passeios de bote, Stand Up Paddle Surf, quadriciclo, rapel, trilhas a pé ou de bike e cavalgada. A boa notícia é que Bonito conta com uma boa estrutura para receber turistas, como hotéis, restaurantes e variados serviços. Como é um destino bastante procurado, o ideal é organizar sua viagem com antecedência. 

Fale com a Embarque40Mais Viagens, a agência do blog, que vai te ajudar a encontrar os melhores serviços para sua estadia nesse paraíso do Ecoturismo no coração do Brasil!

Sobre a Embarque40Mais Viagens

A Embarque40Mais Viagens é a agência do blog Embarque40Mais, que oferece todos os serviços de viagem com atendimento diferenciado. Como agência home office multimarcas, busca entre vários fornecedores de referência o melhor custo-benefício para sua viagem. Conheça! Consulte, sem compromisso: (19) 3217-9773/ (19) 988.380.781 (whats) e [email protected] .

10 Comments

  1. É muito triste o que está acontecendo com as praias do Nordeste. E o pior é a falta de perspectivas de quando o problema será resolvido. Gostei das sugestões de destinos alternativos para curtir o verão. Também recomendo muitíssimo a Ilha do Mel. Lugar encantador.

    • Com certeza, Anna, muito triste e ainda sem um horizonte com solução definitiva, já que ainda nem se sabe ao certo a origem. Para quem não faz questão de ir à praia, nada impede de conferir as lindas paisagens e cultura nordestina. Por outro lado, a grandeza do nosso país nos dá opção de outros destinos muito bonitos também.. Obrigado pela visita!Bjs

  2. Adorei as dicas alternativas para curtir o verão mesmo sem ir ao Nordeste!
    Aliás, dois destinos estão nos meus planos para o começo do ano: Gramado e Balneário! =)

    Curti muito também a ideia de Ilha do Mel, há tempos que conhecer.

    Abraço

    • Que legal, Murilo! Fico contente em colaborar com ideias de destinos de verão além do nordeste. Quando se fala em Gramado e serra gaúcha em geral a gente logo pensa em turismo de inverno, mas pode e deve ser visitado o ano todo. Você vai gostar muito! Um abraço!

  3. O sul do Brasil é sempre uma ótima opção no verão – já estive em vários locais por ali nessa época e é sempre uma delícia. Da lista, falta conhecer a Ilha do Mel e Bonito (já estive no pantanal mas não em Bonito), dois lugares que estão na lista de desejos aqui faz tempo!

    • Pois então.. o Brasil é muito grande e rico, o que nos dá uma enorme variedade de destinos a explorar. Essa é a ideia do post, com cinco exemplos de destinos de Verão além do Nordeste. Obrigado pela visita!

  4. Com certeza!! Há muito o que se explorar no Brasil além das praias do nordeste. A sua lista é ótima e eu acrescentaria nela Foz do Iguaçu, que é um destino maravilhoso tbm.

  5. Adorei estas dicas para viajar curtir o verão que vão além do Nordeste. Conheço todos e os que mais gostei foi Floripa, Ilha do Mel e Bonito!

Adoraríamos saber sua opinião!

© 2019 Embarque40Mais

Theme by Anders NorénUp ↑

%d blogueiros gostam disto: