Cruzeiro-Rio-Amazonas-1 Cruzeiro pelo Rio Amazonas, maior rio do mundo, é experiência única

Cruzeiro pelo Rio Amazonas, maior rio do mundo, é experiência única

Poucos sabem, mas o Brasil oferece a turistas do mundo todo uma oportunidade incrível: fazer um cruzeiro pelo Rio Amazonas, o maior rio do mundo. Além da grande abundância de água, o Amazonas e alguns de seus braços cortam a Floresta Amazônica, a maior floresta tropical do mundo.

Por isso, essa viagem proporciona experiências únicas, com segurança e conforto. Passeios de barco por lagos e prainhas; observação de espécies de aves e outros animais, como jacaré e Boto-cor-de-rosa. Também tem trilhas na mata, para ver de pertinho as ricas fauna e flora, e visitas a comunidades tradicionais de ribeirinhos e indígenas, entre outras.

A viagem é a bordo de navios com estrutura de hotel cinco estrelas, a exemplo do Iberostar Grand Amazon. Só que o investimento é bem menor do que muita gente pensa. Outras vantagens em relação a um cruzeiro marítimo, por exemplo, é que o valor pago já inclui tudo, até mesmo as bebidas e os passeios.

As cabines desse navio hotel também são maiores e todas possuem varanda com vista. Além disso, promoções e descontos podem tornar essa viagem de cruzeiro pelo Rio Amazonas ainda mais acessível. O ideal é obter a consultoria do seu agente de viagens. Mas se ainda não tem um profissional da sua confiança, pode contar com nossa agência parceira, a Embarque40Mais Viagens, sem custo adicional. Consulte!

Uma viagem de navio por um mar de água doce

Gran-Amazon-vista-de-cima-1024x576 Cruzeiro pelo Rio Amazonas, maior rio do mundo, é experiência única
Navio hotel cinco estrelas em cruzeiro fluvial

Serpenteando pela América do Sul com seus mais de 6,85 mil Km e um volume de 216,3 mil m3 por segundo, o Rio Amazonas é o maior do mundo, tanto em extensão quanto em volume de água. Então, esse gigante nasce na Cordilheira dos Andes, no Peru, a 5,6 mil metros de altitude, e deságua no Oceano Atlântico, na divisa do Pará com o Amapá.

Até um tempo atrás, pensava-se que o Nilo era o maior rio do mundo. Só que em 2007, uma expedição de pesquisadores brasileiros e peruanos constatou que o Amazonas é maior que o Rio Nilo, que passou à segunda posição. Assim, para verificar o erro de localização, eles foram até a Cordilheira de Chila, onde está o córrego Quebrada Apacheta, principal vertente do Rio Amazonas.

Rio Amazonas também é chamado Apurimac, Ucayalli e Solimões

O Rio Amazonas é tão longo que recebe outros nomes durante o trajeto. Em sua nascente, na cordilheira peruana, é chamado Apurimac, mas ao encontrar o Rio Urubamba passa a se chamar Ucayalli.

Nas florestas equatoriais, une-se ao Marañón e, ao chegar ao Brasil, é denominado Rio Solimões. Só que próximo de Manaus (AM), quando encontra-se com o Rio Negro, volta a se chamar Rio Amazonas.

O que torna o Rio amazonas perfeitamente navegável em mais 3,7 mil Km, inclusive por navios marítimos, é sua profundidade. O trecho mais raso tem quase 20 metros e fica perto da fronteira peruana. Com tantos afluentes, não é para menos.

Entre os que mais contribuem com a grandiosidade do Amazonas estão os rios Ucayalli e Huallaga (Peru), Javari, Madeira, Purus, Juruá, Xingu e Tapajós, na margem direita. Já do lado esquerdo recebe as águas dos Pastaza e Napo (Peru), Negro, Japurá, Trombetas, Içá, Jari e Paru, entre outros.

Quando fazer um cruzeiro pelo Rio Amazonas

Grand-Amazon-rio Cruzeiro pelo Rio Amazonas, maior rio do mundo, é experiência única
Rio Amazonas corta Floresta Amazônica

A boa notícia é que é possível fazer um cruzeiro pelo Rio Amazonas em qualquer época do ano, mas quando é melhor? A resposta é depende das expectativas e prioridades de cada viajante. A seguir, algumas informações que podem ajudar no planejamento da viagem.

Então o encontro das águas barrentas do Solimões com as águas escuras do Rio Negro, próximo a Manaus, é um dos grandes atrativos desse cruzeiro. Por quilômetros eles caminham lado a lado sem se misturar. Essa divisão entre os rios fica bem mais evidente no período de cheia, entre Janeiro e Julho.

Contudo, entre Agosto e Dezembro, o baixo nível dos rios faz emergir as prainhas: bancos de areia em meio aos rios. A seca também deixa mais à vista alguns animais que frequentam as margens, como os jacarés.

Normalmente, os preços não mudam muito durante o ano, mesmo em períodos de férias e feriados prolongados. Então, pode aproveitar as folgas e datas festivas para embarcar nesse cruzeiro sem gastar mais por isso.

Roteiros de viagem incluem rios Negro e Solimões

  • Rio-Amazonas-2-1024x683 Cruzeiro pelo Rio Amazonas, maior rio do mundo, é experiência única
  • Rio-Amazonas-lancha-e1627351682793-1024x656 Cruzeiro pelo Rio Amazonas, maior rio do mundo, é experiência única
  • Gran-Amazon-encontro-rios-Negro-e-Solimoes-1024x576 Cruzeiro pelo Rio Amazonas, maior rio do mundo, é experiência única
  • Rio-Amazonas-Peru-Google-Eart-e1627351920276 Cruzeiro pelo Rio Amazonas, maior rio do mundo, é experiência única
  • Gran-Amazon-noturna-1024x576 Cruzeiro pelo Rio Amazonas, maior rio do mundo, é experiência única
  • Gran-Amazon-restaurante-deck-1024x576 Cruzeiro pelo Rio Amazonas, maior rio do mundo, é experiência única
  • Grand-Amazon-cabine-1024x578 Cruzeiro pelo Rio Amazonas, maior rio do mundo, é experiência única

Vale lembrar que há outras opções de cruzeiro pelo Rio Amazonas, com embarque no porto de Manaus. Mas, a bordo do Grand Amazon, é possível fazer três roteiros de cruzeiro entre os Rios Negro e Solimões, com durações de três, quatro ou sete noites. O roteiro de três noites é pelo Rio Solimões, o de quatro noites pelo Rio Negro e o de sete noites é a junção dos dois roteiros.

Todos os roteiros incluem a observação do Encontro das Águas, mas há algumas diferenças entre eles. Um exemplo é a visita a uma comunidade tradicional indígena, incluída no roteiro de três noites. Enquanto que no de quatro noites é possível observar Botos-cor-de-rosa.

No navio, os cruzeiristas podem desfrutar da culinária local, internacional e grande variedade de bebidas. Além disso, todos os dias tem atrações culturais, tudo incluído no valor do cruzeiro. Por isso, o hóspede só vai desembolsar mais se desejar usufruir do SPA ou adquirir algum item da loja do navio.

Já quanto às cabines, com exceção da suíte, que tem o dobro do tamanho, a única diferença é a localização no navio. As mais altas têm preços um pouco superiores.

Referências do texto sobre cruzeiro pelo Rio Amazonas

Texto redigido pela jornalista e consultora de viagens Michele da Costa. Com informações do IBGE, da Agência Nacional das Águas (ANA), disponíveis nos sites oficiais em 26/07/2021; e do Iberostar Hotels & Resorts. Fotos do Iberostar Grand Amazon, via Pixabay e Pexels.

Michele da Costa

A jornalista Michele da Costa é autora e editora responsável pelo EMBARQUE40MAIS.COM. Do interior de São Paulo, adora conhecer lugares, culturas e contar boas histórias. Com mais de vinte anos de experiência, encontrou no Turismo uma nova fonte de conhecimento e inspiração.

2 Comments

  1. Foto do encontro do Rio Negro e Solimões está errada. Não há barragem nesta região.

    1. Oi Rogério! Obrigado por avisar, já substituímos a foto do encontro das águas dos rios Negro e Solimões para formarem o Rio Amazonas. Um abraço!

Adoraríamos saber sua opinião!