Site icon Embarque40Mais

Cruzeiro pelo Rio Amazonas, maior rio do mundo, é experiência única

Cruzeiro-Rio-Amazonas-1 Cruzeiro pelo Rio Amazonas, maior rio do mundo, é experiência única

Por do Sol a bordo de Cruzeiro pelo Rio Amazonas

Poucos sabem, mas o Brasil oferece a turistas do mundo todo uma oportunidade incrível: fazer um cruzeiro pelo Rio Amazonas, o maior rio do mundo. Além da grande abundância de água, o Amazonas e alguns de seus braços cortam a Floresta Amazônica, a maior floresta tropical do mundo.

Por isso, essa viagem proporciona experiências únicas, com segurança e conforto. Passeios de barco por lagos e prainhas; observação de espécies de aves e outros animais, como jacaré e Boto-cor-de-rosa. Também tem trilhas na mata, para ver de pertinho as ricas fauna e flora, e visitas a comunidades tradicionais de ribeirinhos e indígenas, entre outras.

A viagem é a bordo de navios com estrutura de hotel cinco estrelas, a exemplo do Iberostar Grand Amazon. Só que o investimento é bem menor do que muita gente pensa. Outras vantagens em relação a um cruzeiro marítimo, por exemplo, é que o valor pago já inclui tudo, até mesmo as bebidas e os passeios.

As cabines desse navio hotel também são maiores e todas possuem varanda com vista. Além disso, promoções e descontos podem tornar essa viagem de cruzeiro pelo Rio Amazonas ainda mais acessível. O ideal é obter a consultoria do seu agente de viagens. Mas se ainda não tem um profissional da sua confiança, pode contar com nossa agência parceira, a Embarque40Mais Viagens, sem custo adicional. Consulte!

Uma viagem de navio por um mar de água doce

Navio hotel cinco estrelas em cruzeiro fluvial

Serpenteando pela América do Sul com seus mais de 6,85 mil Km e um volume de 216,3 mil m3 por segundo, o Rio Amazonas é o maior do mundo, tanto em extensão quanto em volume de água. Então, esse gigante nasce na Cordilheira dos Andes, no Peru, a 5,6 mil metros de altitude, e deságua no Oceano Atlântico, na divisa do Pará com o Amapá.

Até um tempo atrás, pensava-se que o Nilo era o maior rio do mundo. Só que em 2007, uma expedição de pesquisadores brasileiros e peruanos constatou que o Amazonas é maior que o Rio Nilo, que passou à segunda posição. Assim, para verificar o erro de localização, eles foram até a Cordilheira de Chila, onde está o córrego Quebrada Apacheta, principal vertente do Rio Amazonas.

Rio Amazonas também é chamado Apurimac, Ucayalli e Solimões

O Rio Amazonas é tão longo que recebe outros nomes durante o trajeto. Em sua nascente, na cordilheira peruana, é chamado Apurimac, mas ao encontrar o Rio Urubamba passa a se chamar Ucayalli.

Nas florestas equatoriais, une-se ao Marañón e, ao chegar ao Brasil, é denominado Rio Solimões. Só que próximo de Manaus (AM), quando encontra-se com o Rio Negro, volta a se chamar Rio Amazonas.

O que torna o Rio amazonas perfeitamente navegável em mais 3,7 mil Km, inclusive por navios marítimos, é sua profundidade. O trecho mais raso tem quase 20 metros e fica perto da fronteira peruana. Com tantos afluentes, não é para menos.

Entre os que mais contribuem com a grandiosidade do Amazonas estão os rios Ucayalli e Huallaga (Peru), Javari, Madeira, Purus, Juruá, Xingu e Tapajós, na margem direita. Já do lado esquerdo recebe as águas dos Pastaza e Napo (Peru), Negro, Japurá, Trombetas, Içá, Jari e Paru, entre outros.

Quando fazer um cruzeiro pelo Rio Amazonas

Rio Amazonas corta Floresta Amazônica

A boa notícia é que é possível fazer um cruzeiro pelo Rio Amazonas em qualquer época do ano, mas quando é melhor? A resposta é depende das expectativas e prioridades de cada viajante. A seguir, algumas informações que podem ajudar no planejamento da viagem.

Então o encontro das águas barrentas do Solimões com as águas escuras do Rio Negro, próximo a Manaus, é um dos grandes atrativos desse cruzeiro. Por quilômetros eles caminham lado a lado sem se misturar. Essa divisão entre os rios fica bem mais evidente no período de cheia, entre Janeiro e Julho.

Contudo, entre Agosto e Dezembro, o baixo nível dos rios faz emergir as prainhas: bancos de areia em meio aos rios. A seca também deixa mais à vista alguns animais que frequentam as margens, como os jacarés.

Normalmente, os preços não mudam muito durante o ano, mesmo em períodos de férias e feriados prolongados. Então, pode aproveitar as folgas e datas festivas para embarcar nesse cruzeiro sem gastar mais por isso.

Roteiros de viagem incluem rios Negro e Solimões

Vale lembrar que há outras opções de cruzeiro pelo Rio Amazonas, com embarque no porto de Manaus. Mas, a bordo do Grand Amazon, é possível fazer três roteiros de cruzeiro entre os Rios Negro e Solimões, com durações de três, quatro ou sete noites. O roteiro de três noites é pelo Rio Solimões, o de quatro noites pelo Rio Negro e o de sete noites é a junção dos dois roteiros.

Todos os roteiros incluem a observação do Encontro das Águas, mas há algumas diferenças entre eles. Um exemplo é a visita a uma comunidade tradicional indígena, incluída no roteiro de três noites. Enquanto que no de quatro noites é possível observar Botos-cor-de-rosa.

No navio, os cruzeiristas podem desfrutar da culinária local, internacional e grande variedade de bebidas. Além disso, todos os dias tem atrações culturais, tudo incluído no valor do cruzeiro. Por isso, o hóspede só vai desembolsar mais se desejar usufruir do SPA ou adquirir algum item da loja do navio.

Já quanto às cabines, com exceção da suíte, que tem o dobro do tamanho, a única diferença é a localização no navio. As mais altas têm preços um pouco superiores.

Referências do texto sobre cruzeiro pelo Rio Amazonas

Texto redigido pela jornalista e consultora de viagens Michele da Costa. Com informações do IBGE, da Agência Nacional das Águas (ANA), disponíveis nos sites oficiais em 26/07/2021; e do Iberostar Hotels & Resorts. Fotos do Iberostar Grand Amazon, via Pixabay e Pexels.

Sair da versão mobile