Embarque40Mais

Para prevenção da Covid em cruzeiros navio vira bolha social

Sol e piscina com distanciamento social na temporada europeia

Operadoras utilizam protocolos de segurança e prevenção da Covid-19 em cruzeiros para criar um tipo de “bolha social” no navio. Isso é possível com testes pré-embarque, passeios em terra somente com serviços exclusivos e uma série de outras medidas, que você confere nesta notícia.

A intenção é isolar e manter seguros os ocupantes do navio durante toda a viagem. Assim foi na retomada europeia da MSC Cruzeiros e assim será na temporada na América do Sul de 2021- 2022, pois a que aconteceria de Novembro de 2020 a Abril de 2021 foi cancelada.

O motivo do cancelamento, segundo a operadora, é a demora na aprovação dos protocolos pelas autoridades competentes do Brasil, Uruguai e Argentina. Essa indefinição prolongada tornou inviável a preparação de toda a estrutura e logística dos navios em tempo para a temporada.

Autoridades receberam protocolos em Julho

No entanto, a MSC Cruzeiros informa que entregou em Julho, às autoridades da América do Sul, seus protocolos de biossegurança para prevenção da Covid em cruzeiros. Apesar das férias frustradas, os clientes que adquiriram os cruzeiros cancelados não terão prejuízo financeiro, pois poderão remarcar a viagem.

Sobre esse atraso, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) diz que o assunto está a cargo de um grupo executivo, com representantes de vários ministérios. Também procuramos o Ministério do Turismo, que faz parte desse grupo, mas não obtivemos retorno até o momento.

Por isso, a MSC já tinha adiado duas vezes o início desta temporada e também cancelado os cruzeiros com o Música, navio que faria o roteiro com Argentina e Uruguai. Mas no caso do Música, o motivo teria sido a intenção anunciada pelo governo do Uruguai de manter as fronteiras fechadas durante o Verão, devido à pandemia.

Protocolos foram eficazes na prevenção da Covid em cruzeiros na Europa

Temporada europeia começou em Agosto com o MSC Grandiosa

No entanto, os mesmos protocolos ainda não aprovados por aqui foram aplicados com sucesso na temporada da Europa, iniciada em Agosto. “O MSC Grandiosa já completou onze viagens e mais de 30 mil hóspedes desfrutaram de férias excelentes e seguras. O feedback deles para nós foi extremamente positivo”, garante a operadora.

A MSC não respondeu sobre possíveis intercorrências relacionadas a medidas de prevenção de COVID-19 em seus cruzeiros na temporada europeia. Mas, o site de notícias português Público informa que a operadora não permitiu o regresso de uma família ao navio Grandiosa. 

Isso teria acontecido porque a família decidiu passear sozinha em Nápoles, enquanto deveria ter ficado com o grupo da operadora. Assim, esses passageiros teriam rompido a “bolha social”, criada para proteger a eles a todos do cruzeiro contra a Covid. A publicação da notícia foi no dia 20 de Agosto.

Dessa forma, as operadoras de cruzeiros estão confiantes quanto à segurança e eficácia de seus protocolos, que vão além do que exigem as autoridades. Além da MSC, entre as operadoras de cruzeiros marítimos mais populares com embarque no Brasil está a Costa Cruzeiros.

Por isso, selecionamos algumas das medidas preventivas mais importantes adotadas por elas para a próxima temporada na América do Sul. A seguir.

MSC faz testes e garante médico gratuito a bordo em caso de Covid

Teste do cotonete é realizado por equipe médica no terminal de embarque. Foto: Riccardo Fani/ MSC Cruzeiros

Então, os passageiros da MSC Cruzeiros passam por uma triagem de saúde antes de subir ao navio. Essa triagem inclui questionário, medição de temperatura e pelo menos dois testes para COVID-19.

Assim, o primeiro é um teste de antígeno (SWAB) e, em caso positivo, o segundo é um RT-PCR. Mas, para a realização destes testes não há qualquer custo adicional para os hóspedes. Já os trabalhadores dos navios são testados três vezes antes antes do embarque e semanalmente durante o cruzeiro.

Além disso, em caso de suspeita de infecção por COVID-19 durante o cruzeiro, o passageiro terá atendimento médico no navio, gratuito também. Essa contingência pretende evitar a sobrecarga de serviços de saúde locais.

Só que para qualquer outra doença ou acidente o serviço médico será cobrado do passageiro, como de costume. Por isso é importante se prevenir, adquirindo um seguro viagem antes do embarque. Mas é recomendável consultar um agente de viagens para a escolha de um plano adequado.

Contudo, se ainda não tem um profissional de sua confiança, pode contar com nossa agência, a Embarque40Mais Viagens, sem custo adicional, tanto para reservar seu cruzeiro quanto para escolher o seguro. Para consultar, envie uma mensagem do seu Whats App!

Prevenção da Covid em cruzeiros restringe desembarque a passeios exclusivos

Para garantir o distanciamento e a prevenção da Covid em cruzeiros, os navios da MSC tiveram a capacidade reduzida em 30%. Mas, os passageiros também devem usar máscara facial nas áreas comuns do navio, especialmente no embarque e desembarque, em locais fechados e de maior circulação, como corredores e elevadores.

Os hóspedes só não precisam usar máscara quando estiverem sentados à mesa, durante as refeições, e para atividades em locais abertos, como tomar Sol nas cadeiras e entrar nas piscinas. Isso é possível porque a utilização desses locais é limitada e demarcada, para garantir o distanciamento físico adequado.

O sistema de circulação de ar dos navios da MSC Cruzeiros também é um ponto positivo porque permite a entrada de ar externo o tempo todo.

Além disso, os passageiros só podem desembarcar nos portos de parada para participar dos passeios exclusivos da operadora. O objetivo é manter a “bolha social” também em terra, já que as empresas que realizam esses passeios cumprem os mesmos protocolos de segurança dos navios.

MSC teve consultoria especializada para definir protocolos de segurança

Pulverização eletrostática é usada para limpar profundamente os navios. Foto: Riccardo Fani/ MSC Cruzeiros

Dessa forma, o protocolo da MSC Cruzeiros é gerenciado por uma força-tarefa multifuncional, composta por especialistas internos. São profissionais de diversas áreas, como serviços médicos, saúde pública e sanitização, aquecimento e ventilação, tecnologia da informação e logística.

A MSC Cruzeiros contratou a Aspen Medical, consultoria especializada de renome mundial, para auxiliar no desenvolvimento inicial do protocolo. Também continua a trabalhar com o seu grupo Blue-Ribbon de Especialistas em COVID-19.

Prevenção da Covid em cruzeiros da Costa também inclui testagem de hóspedes

Navios da Costa Cruzeiros também terão regras de distanciamento

Os hóspedes da Costa Cruzeiros também só poderão passear em terra com as excursões oferecidas por ela. “Escolhemos locais onde seja possível garantir o distanciamento social, com pequenos grupos de pessoas”, informa a operadora. 

Além disso, as saídas de ônibus são escalonadas e os veículos completamente higienizados antes e depois de cada uso. Durante os passeios, os participantes e guias devem usar máscaras de proteção. 

Nas excursões guiadas, os hóspedes receberão fones de ouvido descartáveis e lenços umedecidos. Para as refeições, deverão dividir a mesa somente com pessoas da mesma cabine. No terminal de embarque, terão a temperatura corporal medida e passarão por um exame de diagnóstico de COVID-19 (teste SWAB). 

Mas, em caso de resultado positivo no teste do cotonete, o hóspede e acompanhantes serão desembarcados no primeiro porto disponível. O objetivo é permitir que a quarentena seja concluída em casa ou em um hospital em terra firme, segundo a companhia.

Costa Cruzeiros troca discoteca por shows ao vivo

Para evitar aglomerações, os navios não terão eventos dentro da discoteca. Essas atividades serão substituídas por espetáculos ao vivo, com regras para a segurança de todos, afirma a operadora.

O uso de máscara não será necessário nas zonas exteriores, nas espreguiçadeiras, na piscina e à mesa, durante o serviço de restaurante e bar. Entretanto, será necessário o uso de máscara no terminal durante o embarque e em todas as demais áreas públicas do navio.

Dispensadores de gel desinfetante para as mãos estarão disponíveis em diferentes áreas do terminal e do navio. Estas e outras medidas foram adotadas para segurança e prevenção da Covid em cruzeiros da operadora.

Referências:

Reportagem da jornalista Michele da Costa (direitos reservados). Com informações e imagens da Assessoria de Imprensa da MSC Cruzeiros e disponíveis no site da Costa Cruzeiros. 

Sair da versão mobile