TagCampinas

Festas juninas em Campinas- temporada 2019

Começou a temporada das tradicionais festas juninas em Campinas-SP. Música, dança, comidas e bebidas típicas para esquentar o seu inverno!

A primeira é a do Centro Cultural Casarão, com muito forró em homenagem a São João. Na sexta-feira, dia 7 de Junho, das 19h às 22h. O repertório reúne uma série de compositores influenciados por Luiz Gonzaga e o próprio, este influenciado pelo pai, Seu Januário, um dos grandes responsáveis pela propagação da cultura nordestina.

No comando, os instrumentistas Marcílio Menezes (voz, violão), Emma Charlotte Dickson (flauta transversal), Bruno Brizotti (acordeon) e Alan (zabumba). O Centro Cultural Casarão fica na Rua Maria Ribeiro Sampaio Reginato, s/n. A entrada é gratuita.

Arraial do Museu do Café

No Museu do Café, o arraial será no Sábado, dia 8 de Junho, e no Domingo (9/6), das 12h às 19h. O público contará com a animação do grupo de Viola Caipira, danças e quadrilhas com os participantes vestidos a caráter, comidinhas e bebidas típicas. O Museu do Café fica no Lago do Café, à Avenida Heitor Penteado, 2.145, Bairro Taquaral. A entrada é gratuita.

Festa junina da Casa de Jesus

Festa junina na Casa de Jesus, em Campinas
Arrasta pé animado em edição anterior de festa junina da Casa de Jesus. Foto: Divulgação

Uma das mais tradicionais festas juninas de Campinas, a da Casa de Jesus, será no dia 15 de Junho (Sábado), das 17h às 23h, com a banda Trio Ceará. A festa será no salão e estacionamento da Rua Artur Teixeira de Camargo, 222, Jardim das Paineiras. Ingressos antecipados na banca de livros, na secretaria ou com os coordenadores dos cursos da entidade, por R$ 10,00 cada. A Casa de Jesus fica na Rua João Alves do Santos, 770. Quem comprar na hora pagará R$ 20,00 cada.

No dia do evento, aproximadamente 220 voluntários participam da montagem da estrutura e do atendimento ao público nas vinte barracas de doces, salgados, bebidas e recreação. Tem também os que trabalham no sorteio de prêmios e na bilheteria, em turnos que começam às 17h e terminam às 23h.

Entre as grandes atrações deste ano estão os prêmios do bingo, com a previsão de itens como bicicleta, geladeira, máquina de lavar, televisão e micro-ondas. Cada cartela custará entre R$ 5 e R$ 30 e a dos prêmios especiais R$ 50. Toda renda obtida com os ingressos e a comercialização dos produtos na festa será revertida para as obras assistenciais mantidas pela Casa de Jesus/Os Seareiros.

Arraial da Comunidade Jongo Dito Ribeiro

O Arraial Afro-Julino da Comunidade Jongo Dito Ribeiro é a maior festa organizada pela sociedade civil em Campinas e região (segundo os organizadores), com a participação de aproximadamente 5 mil pessoas. A festa julina acontece sempre no segundo sábado do mês de Julho. Neste ano será das 12h à meia-noite do dia 13 de Julho (Sábado). A entrada é 1 kg de alimento não perecível + R$ 10,00.

Como de costume, a festa é realizada na Casa de Cultura Fazenda Roseira, à Rua Domingos Haddad, número 1, Residencial Parque da Fazenda, Campinas. A partir deste ano, a festa ganhou o status de “festival” devido à sua programação diversificada, que incluirá apresentações artísticas, oficinas e culinária típica afro-julina.

Além do Terço de São Sebastião, às 12h, entre os destaques da programação estão o “Côco do Yiawarete”, às 15h; o “Forró Três de Paus”, às 18h; e o “Jongo do Tamandaré”, às 19h. O evento é organizado pela Comunidade Jongo Dito Ribeiro, que se apresenta às 23h. Mais informações podem ser obtidas no evento no Facebook.

Quermesses em Campinas, as festas juninas das paróquias

A lista de quermesses das paróquias de Campinas é grande, mas reproduzimos a seguir, conforme documento disponível no site da Arquidiocese:

Igreja Menino Jesus de Praga. Bairro Cambuí. Dias 08, 09, 15, 16, 22, 23, 29 e 30 de Junho, às
18h, com com bebidas e comida típicas, lanches de calabresa, pernil e muito mais. Contato: (19) 3252.0098 / 3251.5055.

Paróquia da Imaculada. Bairro São Bernando. Dias 01, 02, 08, 09, 15, 16, 22, 23, 29 e 30 de Junho, às 19h. Tradicional Festa Junina, dia 29 com Bingão. Contato (19) 3272.0679.

Paróquia Imaculado Coração de Maria. Jardim Flamboyant. Dias 01, 08, 15, 22 e 29 de Junho e 06 de Julho, às 18h. Barracas com comidas típicas, show de prêmios e brinquedos para as crianças. (19) 3294.6307/ 99293.4253.

Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora. Jardim Guanabara. De 26 de Maio a 16 de Junho (sábados e domingos), às 17h. Festa com shows, prêmios e bingo. Contato: (19) 3242.0899 / 3744-6842 / 99132.4922.

Santuário Nossa Senhora de Guadalupe. Vila Castelo Branco. Dias 01, 02, 08 e 09 de Junho e 06, 07, 13 e 14 de Julho , às 18h. Quermesse paroquial. Contato: (19) 3227.5492.

Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Jardim Nova Europa. Dias 22, 23, 29 e 30 de Junho; 06 e 07 de Julho, às 18h. Festa Junina na Igreja Matriz. Contato: (19) 3278.2525/ 3201.0761.

Paróquia Santa Isabel. Barão Geraldo. Dias 01, 02, 08, 09, 15, 16 e 22 de Junho, a partir das 18h. Festa da Padroeira, com grande variedade gastronômica, atrações musicais, espaço kids, bingo e show de prêmios. Dias 01, 02, 03, 04 de Julho, às 19h30, o Tríduo da Padroeira. Contato: (19) 3289.1101.

Paróquia Santa Mônica. Jardim Santa Mônica. Dia 06 de Julho, às 18h; dia 07 de Julho, às 16h. Tradicional Festa Julina, com bebidas e comidas típicas. Contato: (19) 3246.3398.

Paróquia Santa Teresa de Ávila. Parque Industrial. Todos os sábados e domingos de Junho, das 19h às 22h. Festa junina com comidas típicas, brincadeiras e bingo. Contato: (19) 3272.0786/ 3367-0786.

Paróquia Santo Antônio. Ponte Preta. Dias 20 e 21 de Julho: Sábado, das 16h30 às 22h30; e Domingo, das 11h às 21h. Festa julina com comidas e bebidas típicas e bingo. Contato: (19) 3231-4251.

Paróquia Santo Expedito. Jardim Ouro Verde. Dias 06, 07, 13 e 14 de Junho, às 18h. Festa na Comunidade São Francisco de Assis. Contato: (19) 3226.0048.

Paróquia de São Benedito. Vila Costa e Silva. Dias 08, 09, 15, 16, 22, 23, 29 e 30 de Junho, às 19h. Festa Junina com alimentação, diversão para as crianças, brincadeiras com o público, shows musicais todas as noites (bingão nos dias 29 e 30). Contato: (19) 3241.7555.

Paróquia São José. Vila Industrial. De 31 de Maio a 06 de Julho. Todos os finais de semana, a partir das 18h30 (sexta, sábado e domingo). Quermesse em tenda coberta no Estacionamento da Paróquia, com bingo aos sábados e domingos, barracas e música ao vivo. Contato: (19) 3272.5353.

Paróquia São Joaquim e Sant’Ana. Vila União. Dia 15 de Junho, às 19h30, na Comunidade Nossa Senhora da Libertação. Dia 29 de Junho, às 18h, na Comunidade Santo Antônio de Sant’Anna Galvão. Dia 06 de Julho, às 19h, na Comunidade Sagrado Coração de Jesus. Dia 13 de Julho, às 17h, na Comunidade Santa Maria Madalena Postel. Contato: (19) 3223.4984.

Paróquia São João Batista. Bairro São João. Na Comunidade São João Batista: Dias 14 e 15 de Junho, às 19h; dia 23 de Junho, às 18h, Noite de São João Batista, com fogueira, dança de quadrilha, comes e bebes, música, tudo de graça para o povo; Dia 06 de Julho, às 18h, Festa Julina na Comunidade Nossa Senhora do Sagrado Coração. Dias 06 e 13 de Julho, às 19h, Festa Julina na Comunidade Nossa Senhora de Fátima. Dia 20 de Julho, às 18h, Festa Julina na Comunidade Nossa Senhora Aparecida. Contato: (19) 3227.9396.

Paróquia São João Emiliani. Jardim Santa Cândida. Dia 15 de Junho, às 18h, Festa junina com show ao vivo. Dia 16 de Junho, às 12h, com show de prêmios. Contato: (19) 3256-8651.

Paróquia São Marcos, O Evangelista. Jardim São Marcos. Dias 08, 09, 15, 16, 22 e 23 de Junho, às
19h. Bingo, comidas e bebidas típicas, na Comunidade Nossa Senhora Aparecida. Contato: (19) 3246-2773.

Paróquia São Paulo Apóstolo. Vila Itapura. Dias 29, das 11h às 20h ; e 30 de Junho, das 14h às 22h. Festa do Padroeiro, com barracas de bebidas e comidas típicas, atrações musicais ao vivo, bingo e barraca de pesca. Contato: (19) 3579-3934/ 2511-3934.

Paróquia São Pedro Apóstolo. Chácara da Barra. Dias 01, 02, 08, 09, 15, 16, 22, 23, 29 e 30 de Junho, às 19h. Barracas, brincadeiras, bingo e muito mais. Contato: (19) 3252-4386 / (19) 2139-7800.

Quer mais sugestões de eventos culturais em Junho? Confira nossa Agenda Cultural SP! Participe, deixe sua opinião nos comentários. Se gostou, compartilhe com amigos e siga-nos por e-mail e nas redes sociais!

Referências:

  • Conteúdo editado pela jornalista e autora do Embarque40Mais, Michele da Costa, com informações dos organizadores dos eventos.
  • A foto destacada (no início do post) mostra decoração de festa no Clube Regatas de Campinas, em 2015, de autoria de Toninho Oliveira/ divulgação Prefeitura de Campinas.
  • Outras festas poderão ser incluídas nas próximas semanas. Se tiver sugestões, envie para [email protected]

Novos voos da Azul para Araraquara e Guarujá SP

Interior de avião modelo ATR 72-600: novos voos Azul
Novos voos da Azul de Araraquara e Guarujá serão operados com aviões modelo ATR 72-600

Novos voos da Azul Linhas Aéreas Brasileiras para as cidades paulistas de Araraquara, no interior, e Guarujá, no litoral, foram anunciados pelo governo do Estado de São Paulo, na quinta-feira (18/04). Araraquara terá um voo direto para Campinas a partir de 1º de Setembro. O início das operações no Guarujá ainda não tem data prevista, pois depende da conclusão de obras estruturais no aeroporto da cidade.

Segundo o Governo, a ampliação da malha aérea no Estado deve-se ao programa “São Paulo Pra Todos”, que reduziu a alíquota do ICMS cobrado sobre o querosene de aviação de 25% para 12%. Em contrapartida, as companhias aéreas passarão a oferecer mais voos a partir de aeroportos paulistas.

Araraquara, com seus 230 mil habitantes, terá ligação direta com o Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, de onde os passageiros terão a possibilidade de conexão com sessenta destinos nacionais e internacionais. A partir de Guarujá (380 mil habitantes), a expectativa da Azul é fazer a ligação do litoral paulista com o aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro (RJ), e as capitais Belo Horizonte (MG) e Curitiba (PR).

Novos voos da Azul: Até Dezembro mais oito linhas de Campinas e uma de Guarulhos

Os voos de Araraquara e Guarujá serão realizados com aeronaves modelo ATR 72-600 (foto), com capacidade para até 70 passageiros. Dessa forma, a Azul ampliará de 10 para 12 o total de cidades atendidas pela companhia em São Paulo, com média de 36 voos diários entre destinos paulistas. O Governo do Estado afirma que a iniciativa também permite que a Azul fortaleça sua rede de conexões em Campinas e a presença em Guarulhos (SP).

De Junho até Dezembro deste ano serão nove novas ligações diretas da Azul: Campinas – Sinop (MT), a partir de Junho; Guarulhos – Manaus (AM), Campinas – Imperatriz (MA), Campinas – Aracaju (SE), Campinas – Natal (RN), Campinas – São Luís (MA) e Campinas – João Pessoa (PB), em Julho; Campinas – Vitória da Conquista (BA), a partir de Agosto; e Campinas – Cabo Frio (RJ) em Dezembro de 2019. Todas as rotas disponíveis podem ser conferidas no site da Azul.

Planeja viajar? Nossa página com dicas de serviços pode ajudar a organizar sua viagem com segurança e economia. Você contribui com a manutenção do Embarque40Mais e ainda pode obter descontos. Confira!

O que diz o acordo com as companhias aéreas

A despesa das empresas aéreas com combustível chega a até 40% de todo o custo operacional de cada voo. Com a redução do ICMS cobrado sobre o combustível aéreo, o Governo de São Paulo pediu contrapartidas para aumentar o fluxo de pousos e decolagens dentro do Estado, principalmente em cidades que ainda não eram atendidas por linhas comerciais regulares.

Pelo acordo firmado em Fevereiro, o setor aéreo se comprometeu a criar setenta novos voos e 490 partidas semanais, aumentando a oferta de destinos em todo o país. Ao todo, as novas frequências vão atingir aeroportos de 38 cidades em 21 estados. A desoneração tributária terá efeito a partir de 1º de Junho e deverá ser compensada pelo impacto econômico gerado pelas contrapartidas.

O Secretário Estadual de Turismo, Vinicius Lummertz, avalia que “mais voos, mais ligações diretas e mais destinos são de grande importância para o desenvolvimento socioeconômico paulista (…)”.

Um bom exemplo de promoção bem-sucedida de um destino turístico a partir de conexões mais longas é Lisboa, a capital portuguesa. A TAP Air Portugal, principal Cia. Aérea do país, oferece stopover de 1 a 5 dias na cidade sem custo adicional nas passagens aéreas e com bons descontos em hotéis e outros serviços parceiros. Para contribuir com esses viajantes, publicamos recentemente post com dicas de o que fazer em Lisboa durante conexões longas.

Referências:

As informações são da Assessoria de Comunicação da Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo e a foto é da Azul Linhas Aéreas Brasileiras.

Um passeio de trem pela nossa história

Além de divertido, o passeio de trem entre as cidades de Campinas e Jaguariúna (SP-Brasil) é uma boa oportunidade para conhecer ou relembrar um pouco da história ferroviária brasileira e da cultura de uma época que ficou para trás na virada do milênio, com a desativação do transporte de passageiros no estado de São Paulo.

O trem turístico, mais conhecido como Maria Fumaça, percorre o trecho mais antigo da Companhia Mogiana de Estradas de Ferro (linha-tronco), hoje com 24,5 quilômetros de extensão.

P_20180610_155807 (2)

Cia Mogiana chegou a ter quase 2 mil quilômetros de linhas férreas em SP e MG

A Cia Mogiana foi fundada em 1872 para escoar a produção de café da região e chegou a ter quase 2 mil quilômetros de linhas, que serviram aos estados de São Paulo e Minas Gerais. Até a década de 1970, esta linha, usada hoje pela Maria Fumaça, dava acesso a ramais ferroviários de onde partiam trens para outras regiões e estados, por isso era chamada de “tronco”.

Eu nasci em 1973, dois anos depois da criação da Fepasa (Ferrovia Paulista S/A), que fundiu todas as companhias ferroviárias paulistas, entre elas a Cia Mogiana. Então, ainda tive o privilégio de andar de trem algumas vezes, partindo da estação Central de Campinas, hoje denominada “Estação Cultura Prefeito Antônio da Costa Santos”.

Lembro de ir com minha avó Luiza para a cidade natal dela, Santo Antônio da Alegria (SP), divisa com MG. Como o trem não ia até a cidade, a gente tinha que completar a viagem de ônibus ou de carona no caminhão que levava leite das fazendas antes mesmo do sol raiar.

P_20180610_151706_1 (2)

Apreciando a paisagem e relembrando minhas viagens de trem na infância

Nessa época eu era bem pequena, mas teve um outro passeio, quando eu já tinha uns 10 ou 12 anos, do qual me lembro nitidamente porque foi muito especial! Fui com meus primos e tio, de Campinas a São Paulo, no vagão restaurante, almoçando, observando belas paisagens e lá passeamos na Estação da Luz.

Durante o passeio que fizemos na Maria Fumaça recentemente, em um belo domingo de Junho, eu e meus convidados: a Cleide e o Lima, pudemos relembrar estas e outras viagens de trem que marcaram nossas vidas de forma muito especial.

O Passeio da Maria Fumaça Campinas

P_20180610_143836 (2)

Explicação sobre o funcionamento da locomotiva a vapor

Pouco antes do embarque, na estação Anhumas (Campinas), integrantes da equipe explicaram sobre o funcionamento da locomotiva a vapor e sua importância histórica. Eles colocam fogo nas caldeiras, literalmente! As crianças têm lugar reservado bem à frente. Uma das curiosidades que aprendi foi sobre a necessidade de jogar areia nos trilhos para garantir a aderência do trem.

P_20180610_151024 (2)

Visão interna de um dos vagões do trem, com o Trio Maria Fumaça ao fundo

Todos à bordo, seguimos em direção à Jaguariúna ao som do apito da locomotiva e ritmados pelo delicioso chacoalhar do trem. Passamos por outras quatro estações antes de chegar à Jaguariúna: Pedro Américo, Tanquinho, Desembargador Furtado e Carlos Gomes. Em Carlos Gomes, vimos vários vagões antigos para restauro.

No caminho, monitores contam histórias e curiosidades, a exemplo do maestro que empresta o nome à Estação: Carlos Gomes, nascido em Campinas em 1836 e consagrado mundialmente.

P_20180610_155708 (3)

Estação Carlos Gomes, que leva o nome do maestro nascido em Campinas

Entre as paisagens: o que restou de algumas fazendas, vilas antigas e o Rio Atibaia (foto destacada), principal fonte de abastecimento de água da população de Campinas. A estação Jaguariúna, de 1945, é muito bonita e bem preservada.

A “Estrela da Mogiana”, como era chamada, foi uma das mais importantes para o transporte ferroviário paulista, pois fazia a ligação com outros ramais.

P_20180610_161344 (2)

Chegada à bela Estação Jaguariúna, a “estrela da Mogiana”

A parada em Jaguariúna é de aproximadamente trinta minutos, tempo suficiente para dar uma boa olhada em tudo: museu ferroviário (fechado), feira de artesanato e belos detalhes, como o tradicional relógio da estação e um jardim muito florido. De volta ao trem, seguimos direto para Anhumas apreciando as músicas de época tocadas pelo animado Trio Maria Fumaça.

Com certeza, se andou de trem nessa época, você também deve ter algumas histórias pra contar. Que tal usar o espaço de comentários (no final do post) para compartilhar com a gente uma dessas lembranças? 

  • Com informações obtidas no site http://www.cmef.com.br, em 03/07/2018. 

Vídeo do nosso passeio com a Maria Fumaça Campinas

Confira no vídeo, como foi nosso passeio com a Maria Fumaça Campinas!

Dicas para o seu passeio com a Maria Fumaça

  • A Estação Anhumas fica bem próxima ao Shopping Galleria Campinas e conta com estacionamento no local (sem custo adicional).
  • Se possível, compre os ingressos antecipadamente pelo site da Maria Fumaça ou chegue com antecedência de uma hora, pois a fila da bilheteria costuma ser grande pouco antes do embarque.
  • Se gosta de fotografar ou filmar, prefira assentos no último vagão, pra fazer aquela imagem do trem fazendo a curva, mas muito cuidado: não é permitido colocar partes do corpo para fora das janelas, é perigoso!
  • As janelas dos trens são baixas, fique de olho nas crianças!
  • Se precisar, dê preferência para usar os banheiros das estações, pois os dos trens não são legais.
  • O vagão bar é um dos espaços mais agradáveis do trem: para ficar lá, basta consumir algo oferecido pela equipe. Os preços das bebidas são razoáveis e aceitam cartões bancários.
  • Uma boa opção é fazer somente o percurso de ida até Jaguariúna (1h30), pela manhã, e de lá aproveitar o dia ou o final de semana para visitar outras cidades do Circuito das Águas Paulista, como Pedreira, Amparo, Serra Negra e Monte Alegre do Sul.

Serviço

Os passeios são realizados aos sábados, domingos e feriados, partindo de Campinas e de Jaguariúna. Também é possível optar pelo percurso só de ida ou somente até Tanquinho.

O percurso completo (ida e volta) leva aproximadamente 3h30 e custa R$ 150,00 (R$ 75,00 para crianças até 12 anos e beneficiários de lei da meia entrada, como estudantes, professores, pessoas com necessidades especiais e pessoas com mais de 60 anos de idade).

Obs.: Informações obtidas em 03/07/2018 no site da Maria Fumaça Campinas, onde pode-se ver os horários e outros detalhes.


Quer ir pra Campinas de ônibus? 

A dica é encontrar a melhor oferta e reservar sua passagem de ônibus rodoviário com a ClickBus. Escolha a empresa, dia, horário e até o assento, com praticidade e segurança. Para pesquisar, CLIQUE AQUI!


Apoie o Embarque40Mais: Compartilhe os posts, siga por e-mail e nas redes sociais e utilize nossas Dicas de serviços para sua viagem! É prático, seguro, você não paga mais por isso e ainda pode obter descontos. Assim, a gente poderá trazer mais informações e dicas como esta pra você.

Agradecimento: Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF)- Regional Campinas, responsável pela operação do trem turístico Maria Fumaça Campinas desde 1984, e seus colaboradores.

© 2019 Embarque40Mais

Theme by Anders NorénUp ↑

%d blogueiros gostam disto: