Além de contribuir com uma grande causa, valores podem ser recuperados com declaração de IR. Veja obras do MASP restauradas com campanha e saiba como doar!

O quadro “Rosa e azul – As meninas Cahen d’Anvers”, pintado em 1881 por Pierre-Auguste Renoir, uma das mais icônicas do acervo do MASP, foi indicada para restauração com a campanha “Adote uma Obra” de 2019. O projeto, existente desde 2017, viabiliza a arrecadação de recursos por meio de doações de imposto de renda para a preservação do acervo do museu. 

Quer auxílio profissional para planejar sua próxima viagem? Conte com os serviços da agência do blog, a Embarque40Mais Viagens! Hospedagem, aéreo, passeios, pacotes, grupos, cruzeiros, intercâmbio, seguro e tudo mais que precisar. Peça um orçamento sem compromisso! ☎️(19) 988.380.781 📱Whats 📧[email protected]

Sofia Hennen, responsável pelo núcleo de conservação e restauro do MASP, explica: “O quadro de Renoir foi escolhido por apresentar algumas zonas de pintura frágeis, além de alguns problemas estéticos, tais como irregularidades no verniz”. 

O primeiro passo é fazer um estudo aprofundado da técnica e do estado da obra para que depois seja escolhido o tratamento adequado. Um especialista em pintura francesa do século 19, ainda em definição, ficará responsável pelo processo. A primeira edição da ação, há dois anos, custeou o restauro de “O Escolar”, de Van Gogh, feito no Museu Van Gogh, em Amsterdã.

Obras de Portinari já foram restauradas

Doações de 2018 permitiram restauro de “Retirantes” (1944) e outras duas obras de Portinari. Foto: João Musa

Em 2018, a obra do MASP adotada foi “Retirantes”, de Candido Portinari. A pintura do modernista brasileiro passa pela última etapa de tratamento e deve retornar ao acervo ainda neste ano. 

Além de “Retirantes”, a equipe de conservação e restauro do MASP estudou e tratou duas outras obras de Portinari: “Criança morta” e “Enterro na rede”, também de 1944. O trabalho em conjunto nas três telas permitiu ganhos e sinergias, já que as obras têm diversos pontos de contato e parecem ter sido criadas como uma série. 

Em Abril, os três quadros foram submetidos a diferentes exames científicos, realizados por uma equipe do Instituto de Física da USP (IFUSP). Em seguida, as obras receberam diagnóstico e prescrição por uma equipe formada por restauradores do MASP e externos, do ateliê De Vera Artes, escolhidos pela experiência com obras de Portinari. 

As três obras, que tinham passado por intervenções e restauros ao longo dos anos, apresentavam bom estado de conservação, mas mostravam problemas pontuais como falta de tensão nas telas, craquelês (fissuras), pequenas perdas na camada pictórica e irregularidade no verniz. O tratamento incluiu limpeza, reintegração cromática e aplicação de verniz, entre outros. 

Como adotar uma obra do MASP:

pintura de menino com chapéu e blusa azul
“O escolar”, de Van Gogh (1888), foi primeira obra restaurada pela campanha. Foto: MASP

É muito simples doar! Acesse o site do MASP, clique no botão “Quero doar” e preencha o cadastro com seus dados e o valor da doação. Na sequência, o museu enviará uma mensagem ao seu e-mail com os dados bancários. Após identificado o pagamento, receberá o recibo de mecenato, que deverá ser anexado à declaração do imposto de renda.

O valor mínimo da doação é de R$ 300. Caso o contribuinte tenha imposto a ser restituído, a doação aumenta o valor da restituição. Pessoas jurídicas também podem adotar uma obra do MASP, como garante a Lei Federal de Incentivo à Cultura, porém com alíquotas de dedução diferenciadas. 

Qualquer pessoa pode doar, desde que seja optante pela declaração “modelo completo” e não ultrapasse o limite global de 6% do IR devido. No mesmo link de doação o interessado também encontra respostas para as dúvidas mais frequentes. A data limite para doação é 27 de Dezembro de 2019. 

Sobre o MASP

O MASP (Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand) fica na Avenida Paulista, 1578, São Paulo, SP. Telefone: (11) 3149-5959. Funcionamento: de quarta-feira a domingo, das 10h às 18h (bilheteria aberta até as 17h30); Terça Grátis Qualicorp das 10h às 20h (bilheteria até 19h30). Ingressos: R$ 40 (entrada); R$ 20 (meia-entrada).

  • Com informações e fotos fornecidas pela Assessoria de Imprensa do MASP.