Embarque40Mais

Vida e obra de Drummond em conteúdo online grátis

Instalação de Ronaldo Fraga, no Memorial Vale, em Belo Horizonte: Manequins vestem trechos dos poemas narrados pelo escritor. Foto: Michele da Costa/ Embarque40Mais

Assista a filmes e aulas, entre outras atividades gratuitas pela internet sobre a vida e obra de Carlos Drummond de Andrade, um dos mais importantes escritores brasileiros de todos os tempos. O conteúdo integra o Dia D – Dia Drummond, promovido pelo Instituto Moreira Salles (IMS).

O evento acontece sempre a partir de 31 de Outubro, desde 2011, para celebrar o aniversário do escritor. Mas todo o conteúdo, inclusive das edições anteriores, continua disponível e inclui materiais muito interessantes, como uma seleção de Drummond na música, da Rádio Batuta. 

Drummond: De filho de fazendeiro a poeta

Pois então, Drummond nasceu em 1902, na pequena cidade de Itabira do Mato Dentro, nas Minas Gerais, filho de fazendeiro. Foi jornalista, cronista, poeta, funcionário público e pai devotado. Da sua atuação em Minas Gerais, destaca-se a fundação de A Revista, com mais três amigos.

A publicação se tornaria o veículo de comunicação oficial do modernismo mineiro, em linha com o movimento literário de 1922. 

Drummond publicou seus textos em vários jornais, mas permaneceu por mais tempo no Jornal do Brasil (RJ), de 1969 a 1984. Entre as principais obras do escritor estão Sentimento do mundo (1940), A rosa do povo (1945) e Obra completa (1964).

Por fim, Carlos Drummond de Andrade morreu no dia 17 de agosto de 1987, no Rio de Janeiro, apenas doze dias depois da morte de sua filha amada, Maria Julieta.

Aulas gratuitas sobre a vida e obra de Drummond

Retratos de Drummond. Foto: Divulgação IMS Dia D 2020

Então, no Dia D deste ano, o ensaísta, músico e professor José Miguel Wisnik apresenta em três aulas gratuitas a presença de Itabira nos poemas e textos memorialísticos de Drummond. As aulas partem do ensaio de Wisnik: A maquinação do mundo (Companhia das Letras, 2019). 

Desse modo, também exploram os quiprocós que resultaram na criação da Companhia Vale do Rio Doce e na sua consequente ação sobre o pico do Cauê. Tal situação leva Drummond a se expressar com poemas, crônicas e textos jornalísticos de intervenção.

Além disso, o curso é ilustrado com imagens e reproduções de poemas. Mas Wisnik não deixa de observar a atualidade das duras críticas de Drummond, quando Itabira, assim como o Brasil e o mundo atuais, se deparam com as tragédias de Mariana e Brumadinho. 

Filmes promovem imersão na vida e obra de Drummond

Filme “Consideração do poema”, do canal do IMS no YouTube

Consideração do poema e Vida e verso de Carlos Drummond de Andrade são os filmes comemorativos do Dia D deste ano. O IMS lançou esses filmes em DVD, em 2012 e 2014, respectivamente.

Vida e verso de Carlos Drummond de Andrade conta com a participação de quatro importantes escritores contemporâneos: Joca Reiners Terron, Antonio Cicero, Alberto Martins e Afonso Henriques Neto. Reiners figura como narrador, contando fatos marcantes da vida de Drummond. 

Enquanto isso, os outros escritores pontuam a cronologia com leituras de poemas, trechos de cartas, diários, crônicas e ensaios críticos. O roteiro e a direção são de Eucanaã Ferraz e a fotografia de Walter Carvalho. 

Assim, na avaliação do IMS, trata-se de um retrato do poeta e do homem, reconstituído no filme com humor, ironia e emoção. “Do nascimento à morte, um gênio de muitas faces: mineiro, brasileiro, universal, moderno, eterno”, acrescenta. 

Já o filme Consideração do poema apresenta leituras de poemas de Drummond realizadas por poetas, escritores, compositores, atores e intelectuais. Entre eles estão Fernanda Torres, Milton Hatoum, Laerte, Drica Moraes, Caetano Veloso e Chico Buarque. A direção é de Eucanaã Ferraz, Flávio Moura e Gustavo Rosa de Moura, e a fotografia de Alexandre Wahrhaftig.

Sobre o Dia D – Dia Drummond

O objetivo do IMS com o Dia D – Dia Drummond é fazer com que a data de nascimento do poeta passe a integrar o calendário cultural do país. Portanto, promove e difunde a obra do escritor, que tem parte de seu acervo sob a guarda do IMS desde 2011. Vale dizer que, neste ano, pela primeira vez a programação é exclusivamente online.

Dessa forma, as atividades do IMS e das instituições parceiras estão disponíveis no site do Dia D, criado especialmente para comemorar a vida e obra de Drummond. Entre os parceiros desta edição estão a Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade e a escola municipal que também leva o nome do escritor.

Você também pode gostar de ver outras atrações culturais gratuitas pela internet

Referências: 

Texto redigido pela jornalista Michele da Costa, com informações da Assessoria de Imprensa do IMS e disponíveis no site do evento.

Sair da versão mobile