Ícone do site Embarque40Mais

Museu da Inconfidência em Ouro Preto com imagens para revisitar história

Museu-da-Inconfidencia-3 Museu da Inconfidência em Ouro Preto com imagens para revisitar história

Fachada do Museu da Inconfidência

Seleção de imagens e informações sobre a visita ao Museu da Inconfidência, em Ouro Preto (MG). Veja a sentença e traves da forca de Tiradentes, acervo online, saiba como e quando visitar.

A Inconfidência Mineira e a morte de Tiradentes por ordem da Coroa Portuguesa, em 21 de Abril de 1792, são retratadas por muitas obras de arte expostas em vários museus brasileiros. Mas a propriedade e relevância do Museu da Inconfidência, em Ouro Preto (MG), são incomparáveis.

Isso porque foi lá que o movimento conspiratório aconteceu e onde estão guardados os objetos mais simbólicos dessa história. Neste 21 de Abril, 229 anos depois da morte de Tiradentes, apresentamos aqui uma seleção de imagens para rememorar essa importante passagem da história do Brasil.

Sede do Museu da Inconfidência em Ouro Preto

O Museu da Inconfidência, em Ouro Preto (MG), foi criado em 1942 para abrigar o Panteão dos Inconfidentes no antigo prédio da Casa de Câmara e Cadeia de Vila Rica (poder público municipal). Só que a inauguração ocorreu em 1944, depois de passar por reformas.

Mas o prédio foi construído bem antes, entre 1785 e 1855, período de declínio da mineração, com o trabalho forçado de prisioneiros, que à época eram negros e os considerados “vadios”. O projeto arquitetônico Renascentista prevalece, embora tenha incorporado outros estilos durante o longo período de construção.

Sala da Inconfidência

Um dos espaços mais interessantes do Museu é a Sala da Inconfidência, que abriga o Panteão dos Inconfidentes. É onde estão os restos mortais de participantes da Inconfidência que puderam ser exumados e trazidos ao Brasil, por ordem do presidente Getúlio Vargas.

A maior parte das ossadas chegou em 1937, vinda da África, para onde eles tinham sido exilados pela Coroa Portuguesa. Atualmente, o total de dezesseis inconfidentes foram identificados e sepultados no Panteão, pois os outros dez não foram localizados.

Mas os restos mortais de Tiradentes não estão no Panteão e sim no altar da antiga Capela de Sant’Anna de Sebolas, em Paraíba do Sul (RJ), onde teriam sido enterrados em segredo, segundo artigo publicado no site Nova Escola.

Já a cabeça do mártir teria sumido da Praça Tiradentes, em Ouro Preto, onde foi exposta logo após sua morte. No local, foi construído um monumento em homenagem a Tiradentes. Mas na Sala da Inconfidência também estão objetos importantes, como a sentença de condenação nos Autos da Devassa e as traves utilizadas na forca que levou Tiradentes à morte.

Museu da Inconfidência em Ouro Preto expõe história e costumes

Contudo, além de objetos e documentos diretamente relacionados à Inconfidência, o Museu também retrata a história e costumes de Vila Rica entre os séculos 18 e 19. Assim, o acervo apresenta desde vestígios da ocupação indígena, passando pela chegada dos bandeirantes e a descoberta e exploração do ouro até o fim do movimento que ficou conhecido como Inconfidência Mineira.

Também abriga espaços dedicados a expressar a importância e influência da religião católica na sociedade da época. Além disso, expõe obras de importantes artistas mineiros do período barroco, como Aleijadinho e Manoel da Costa Athaíde. No acervo online do Museu da Inconfidência é possível ver mais imagens e informações sobre objetos expostos no Museu.

Sobre a Inconfidência Mineira

O movimento que culminou com a morte de Tiradentes começou nos anos 1780, com o descontentamento de proprietários de minas na região pela excessiva quantidade de impostos exigidos por Portugal. E isso aconteceu em um momento em que o ouro já estava escasso, o que provocou o endividamento de muitos.

Foi assim que, em 1788, formou-se um grupo com militares, religiosos e intelectuais, que idealizaram um movimento para libertar o Brasil de Portugal. Embora Joaquim Silvério dos Reis participasse do grupo, era um dos grandes devedores da Real Fazenda. Então decidiu delatar o movimento em troca do perdão de suas dívidas.

Assim, após uma investigação, que durou três anos, concluiu-se que Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, teria sido o maior responsável pela conspiração. Ele foi condenado à morte por enforcamento (no Rio de Janeiro), pelos crimes de rebelião e alta traição.

Além disso, o corpo de Tiradentes foi esquartejado, dividido em partes que foram pregadas em postes à beira de estrada em Minas Gerais, e a cabeça pendurada em Ouro Preto. A Coroa também confiscou os bens da família. No entanto, a condenação de outros inconfidentes também considerados lideranças do movimento foi apenas o degredo à África.

Já a sentença dos religiosos envolvidos foi a reclusão em estrutura da Igreja Católica, durante quatro anos, e posterior mudança para conventos portugueses. Portanto, alguém tinha que ser punido de modo exemplar para inibir novas rebeliões e Tiradentes, além de ser militar, tinha menos influência política e posses.

Como e quando visitar o Museu da Inconfidência em Ouro Preto

Placas indicando museus em rua de Ouro Preto

ONDE: O Museu da Inconfidência fica na Praça Tiradentes, 139, Centro Histórico de Ouro Preto (MG).

QUANDO: De terça a quinta-feira das 10h às 18h; sexta-feira das 10h às 20h; sábado das 10h às 17h e domingo das 9h às 14h. Ingressos à venda até uma hora antes do horário de fechamento de terça a sexta e meia hora antes aos sábados e domingos. O Museu fica fechado nos dias de Natal, Ano Novo e na segunda e terça-feira de Carnaval. Nas vésperas de Natal e Ano Novo, Eleições, Dia das Mães e dos Pais funciona das 9h às 14h. Mas sugerimos chegar com pelo menos duas horas de antecedência ao fechamento para poder visitar e apreciar todos os espaços e obras com tranquilidade.

QUANTO CUSTA: A entrada para visitar o Museu da Inconfidência custa R $10,00 (inteira) e R $5 (meia). Pagam meia entrada estudantes, professores, maiores de 60 anos e moradores de Mariana/MG. Não pagam entrada menores de 7 anos de idade, pessoas com mais de 80 anos (Lei Federal nº 13.466,de 12/07/2017), pessoas com necessidades especiais e um acompanhante, estudantes e professores de escolas públicas autorizadas previamente, guias de Turismo com a carteira emitida pelo Ministério do Turismo. Para saber mais sobre ingressos e outras gratuidades, consulte o Museu.

Além disso, o Museu também oferece Audioguias, disponíveis em Português, Inglês, Francês e Espanhol, com duração de 1h25, ao custo de R $10,00.

MAIS INFORMAÇÕES: (05531) 3551-1121/ 5233 ou mdinc@museus.gov.br. Antes de ir, consulte sobre o funcionamento, pois pode haver restrições devido à pandemia de Covid-19.

Quando for a Ouro Preto, aproveite e visite também Belo Horizonte, a capital de Minas Gerais.

Referências:

Texto e fotos da jornalista Michele da Costa (direitos reservados). As fotos são de visita realizada em Agosto de 2019. Com informações do Museu da Inconfidência e da Prefeitura de Ouro Preto, disponíveis nos sites oficiais em 21/04/2021.

Sair da versão mobile